top of page

Livro: O Homem mais Rico da Babilónia

"O Homem mais Rico da Babilónia" surge repetidamente na lista de leituras obrigatórias sobre Finanças Pessoais, por isso decidi comprar e ver se a popularidade é justificada.


O livro é bastante pequeno e em pouco mais de 1 hora fica despachado, por isso para quem não tem o hábito ou gosto da leitura é um ponto a favor.


O estilo de escrita, para mim, é pouco apelativo. Tal como mencionado na contra capa, o autor recorre a uma linguagem "de tom bíblico" e isso é muito notório em todo o livro. De uma forma muito resumida, todo o livro retrata o tal homem mais rico da Babilónia a contar as suas histórias e partilhar as suas aprendizagens com as pessoas com quem se vai cruzando na sua vida. Percebo que o facto de ser mais uma história do que um livro técnico, acabe por agradar a muitos leitores e facilitar a sua leitura. No entanto, acredito que existem uma fatia considerável de leitores, nos quais me incluo, que tendencialmente se acabam por perder na história e têm mais dificuldade em retirar o conhecimento ou a aprendizagem.


Chegamos ao ponto essencial que me faz ler todos os dias, sem falha: o conhecimento ou a aprendizagem. Neste aspeto, acho o livro extremamente interessante para todos os que se interessam por Finanças Pessoais, independentemente do ponto em que se encontram.


Por um lado, para quem está agora a começar, tem pontos base importantes no capítulo "sete soluções para uma carteira vazia" tais como:

  • Controle os seus gastos - "Examinem cuidadosamente o vosso estilo de vida habitual. É aí que residem seguramente determinadas despesas estabelecidas que poderão ser reduzidas ou eliminadas com sensatez".

  • Comece a engordar a carteira - "Por cada dez moedas que colocarem nas vossas carteiras, retirem apenas nove para uso próprio. A carteira começará logo a ficar recheada, e o seu peso crescente será fonte de alegria nas vossas mãos e fonte de satisfação para as vossas almas".

  • Garanta um rendimento futuro - "Por isso, dir-vos-ei que incumbe a todo o homem providenciar rendimentos adequados para os dias que virão, quando deixar de ser jovem, e prover às necessidades da família, caso a mesma deixe de poder contar com ele para o seu conforto e sustento".

Para quem já está mais avançado no processo, o mesmo capítulo menciona coisas como:

  • Multiplique os seus rendimentos - "O ouro que conseguimos reter dos nossos ganhos é um mero começo. Só o que ele gerar irá construir as vossas fortunas"

  • Aumente as suas fontes de rendimento - "Quanto mais sabedoria adquirimos, mais podemos ganhar. O homem que procura aprender mais sobre o seu ofício será abundantemente recompensado".


 

Pequena nota para repararem que aqui em cima já estão 5 das 7 soluções mencionadas, por isso já têm um começo :). Reparem também no estilo de escrita para perceberem se se adaptam ou nem por isso.

 

O resto do livro tem, na sua essência, histórias contadas pelo tal homem ou se entra em mais detalhe sobre cada um destes 7 pontos, aliando isso a algumas coisas de desenvolvimento pessoal que são sempre interessantes de ler, apesar de não ser esse o foco do livro.


Em resumo, numa escala de 0 a 10 dava-lhe um sólido 8 apenas e só pelo estilo de escrita que torna confusa a absorção da informação que é, em si, bastante válida.


Convido-vos a ler o livro e a lançar a discussão :)


2 comentários

Posts Relacionados

Ver tudo

2 Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating

Olá Sérgio. Antes demais, excelente iniciativa esta a de criar um blog acerca deste tema tão pertinente para muitos de nós em inicio de "vida adulta". Este livro que mencionas foi o 1º que li do género e que marcou o começo do meu interesse pelas finanças pessoais e investimentos. No meu caso ADOREI o tipo de escrita, ao contrário de outros tais como "Manhas Milagrosas" ou "Segredos da Mente Milionária", que apesar de terem muito valor não me cativaram exatamente pelo facto da escrita um pouco mais básica. Fazia-me sentir que estava num patamar abaixo do que aquele em que realmente estava (apesar de como já ter dito não era a realidade já que eram ambos livros muito ricos…


Like
Sérgio Rodrigues
Sérgio Rodrigues
Apr 15, 2021
Replying to

Muito obrigado Miguel.

Esses dois livros fazem parte da minha lista de favoritos :)

Boas leituras!

Like

Regista-te e recebe todas as novidades

Obrigado pelo teu registo

bottom of page