top of page

Prometes ser fiel ao teu orçamento?

Um dos primeiros tópicos que abordei no blog foi a questão do orçamento pessoal já que esse é, a meu ver, um ponto essencial antes de sequer pensares em investir ou multiplicar o teu dinheiro. É essencial que tenhas plena noção dos teus rendimentos e dos teus gastos já que só com essa informação consegues fazer um planeamento eficaz e eficiente do teu dinheiro. Para leres ou releres a minha estratégia de gestão de orçamento pessoal, clica aqui.

 

Se quiseres aprender mais sobre este método e sobre uma gestão correta do teu orçamento pessoal, basta inscreveres-te numa das Masterclass de Orçamento Pessoal onde falamos de tudo isto ao detalhe. Consulta aqui as datas disponíveis e inscreve-te!

 

Com o teu orçamento feito, tens uma visão muito clara dos teus rendimentos, despesas, ativos e passivos e tens o primeiro passo dado para uma gestão de sucesso das tuas finanças pessoais. Mas agora começa o desafio: manteres-te fiel e focado nesse objetivo. Nas palavras de Mark Twain:


O desafio não é começar um determinado projeto. O grande desafio é, na verdade, encontrar e manter a motivação necessária para continuar mesmo quando nada parece ir no sentido que queremos. Lembra-te sempre que o sucesso depende muito de dois P's: Paciência e Persistência.


Com esse desafio e objetivo em mente, deixo-te então algumas dicas de como te podes manter fiel ao teu orçamento:

  1. Estabelece uma rotina - Define, logo à partida, de quanto em quanto tempo vais olhar para o teu orçamento. A minha sugestão é que faças disto uma responsabilidade diária. Além de criares um hábito (e rapidamente um gosto) mais facilmente, olhares diariamente para as tuas contas vai-te permitir corrigir muito rapidamente o que for necessário e teres sempre controlo completo sobre as tuas entradas e saídas de dinheiro;

  2. Define limites - Há gastos que são fixos (prestações ou rendas, por exemplo) e sobre os quais não tens de te preocupar. No entanto, há outros que não o são e que dependem totalmente do teu hábito de consumo. Para esses define um valor máximo mensal que vais gastar e assume a responsabilidade de parares esse consumo quando chegas ao limite. Se estoiraste o teu limite de Uber Eats logo no dia 8, então aprende com isso, e gere melhor o próximo mês;

  3. Aprende a dizer "não" - Ainda no seguimento do último tópico, deves desenvolver a tua mentalidade para assumir naturalmente que "não é não". Se já esgotaste o teu plafond numa determinada categoria ou se, pura e simplesmente, o mês está mais apertado de dinheiro e te convidam para jantar fora então diz "não" sem qualquer problema e encontra uma alternativa. Converte esse jantar fora para um jantar em casa que é muito mais económico ou então adia para uma altura mais folgada de dinheiro;

  4. Equilibra as tuas médias - Se leste o artigo acima sabes que neste método deves reservar, por exemplo, 20% do teu orçamento para poupança e investimento. Se num mês em específico, por algum motivo, não conseguiste lá chegar e poupaste 15%, então esforça-te para nos meses seguintes poupar acima dos 20% para equilibrar a média;

  5. Sê inteligente no uso do cartão de crédito - O cartão de crédito tanto pode ser bom como mau e depende apenas do uso que lhe dás. Antes de mais, o pagamento da dívida deve estar sempre a 100% para evitares as pesadas taxas de juro. Com isto em mente, se um mês estás mais apertado de dinheiro, precisas (foco absoluto no precisar) de algo e sabes que no próximo mês as contas estão mais folgadas, então usa o cartão de crédito e pagas na totalidade no mês seguinte.


Com estas dicas em mente, estás no caminho certo para o sucesso do teu orçamento pessoal.


É importante que metas na cabeça (caso ainda não esteja lá) que teres o teu orçamento pessoal em dia é a base de tudo o resto que queres fazer a seguir com o teu dinheiro. A forma como controlas o orçamento depende de ti e podes escolher fazê-lo em Excel, numa aplicação ou com papel e caneta. Isso é o menos importante. O que realmente precisas é de controlar. Se não souberes exatamente a tua situação atual como poderás adotar estratégias para melhorar? Se não tiveres a plena noção de onde estás, como vais conseguir saber se as tuas ações te estão a levar na direção certa?


Confia em mim, dedica algum tempo inicial a "montar" o teu orçamento e depois com apenas 5 ou 10 minutos por dia consegues ter tudo controlado e em dia. Mantém-te paciente e persistente no processo e os resultados vão aparecer ;).


Se precisares de um template em Excel para controlar o teu orçamento podes fazer o download de um aqui. Depois basta adaptares à tua realidade.


Boa sorte!

0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

コメント

5つ星のうち0と評価されています。
まだ評価がありません

評価を追加

Regista-te e recebe todas as novidades

Obrigado pelo teu registo

bottom of page