top of page

Queres trocar de carro? O renting pode ser uma solução!

Quando vais de férias para fora do país (sim, eu sei que com isto do COVID já nem te deves lembrar de quando foi a última vez), principalmente se vais visitar vários destinos ou então os sítios onde queres ir não têm uma rede de transportes propriamente completa, o que fazes? Alugas um carro, certo? Fazes a tua reserva, levantas o carro quando chegas ao destino, andas para trás e para a frente e depois vais devolvê-lo antes de vir embora. É um processo rápido, tranquilo e sem stress.

 

O aluguer de automóveis não existe apenas para aquelas 1 ou 2 semanas das tuas férias e pode ser algo por prazos muito maiores, sendo algo que as empresas já há muito descobriram, passando a alugar carros para os seus colaboradores em vez de, efetivamente, os comprarem. Para particulares, esta prática é mais recente mas tem ganho muitos adeptos ultimamente. O objetivo deste artigo é ajudar-te a entender como funciona tudo isto para que possas avaliar se faz sentido para o teu caso.

 

Quando compras um carro, tens de te preocupar com vários aspetos, nomeadamente, prestação do crédito, seguro, impostos e manutenção. Sabes que algumas coisas são, em princípio, fixas, como a prestação, mas tens outras que podem variar e outras ainda que são altamente imprevisíveis como é o caso da manutenção. Se fizeres contas muito "à tangente" do teu orçamento podes ter problemas se um destes imprevisíveis acontecer. Então onde entra o aluguer ou "renting"? A grande premissa deste produto é que tens uma mensalidade fixa e que inclui tudo isto, o que significa que teu planeamento orçamental é bastante mais previsível já que a ti, salvo raras exceções, apenas te compete o pagamento da renda mensal. Sabes, desde o início que, durante aquele período de contrato a tua responsabilidade mensal é aquele valor e nada mais.


Estes contratos podem ir até aos 5 anos e defines, à partida, uma quilometragem contratada de acordo com as tuas expectativas de utilização e isto vai afetar o valor da renda. Claro que, ao longo do contrato, podes reajustar esta quilometragem caso a tua realidade mude. No final do contrato terás 3 hipóteses:

  • Prolongar o contrato (caso tenha sido feito por menos de 5 anos)

  • Trocar de carro

  • Adquirir o carro que andaste a conduzir pelo valor que a locadora atribuir.


Existem várias empresas de renting, e deixo-te abaixo algumas de referência para dares uma vista de olhos nas oportunidades.

 

Agora deves estar a perguntar: então mas isto compensa em relação à compra "tradicional" com crédito automóvel? A resposta é ingrata mas é "talvez". Tudo depende de cada caso, mas o objetivo deste artigo é deixar-te aqui alguns números para pensares.

 

Vamos agarrar num dos exemplos que, à data de escrita deste artigo está disponível no link da Leaseplan: Seat Leon 1.0TSI Style - 30 meses / 30.000kms - 265€/mês, sendo que este valor já inclui Manutenção, Seguro (danos próprios) e IUC


Acedendo ao configurador da Seat vemos que esta viatura tem um PVP a rondar os 27.000€ e fazendo algumas simulações rápidas encontramos os seguintes valores:

  • Prestação mensal a rondar os 315€ para uma duração de 120 meses (10 anos!)

  • Seguro automóvel com condições semelhantes aos acima por 300€/ano

  • IUC de 103€/ano

  • Manutenção estimada em 150€/ano

  • Resultado final: 361€/mês

 

Vemos então que no renting (considerando este cenário) há uma diferença de 100€/mês a favor do aluguer em relação à compra. Para o cenário de renting se equiparar aos 361€/mês, teremos de subir a quilometragem para os 40.000kms/ano e muito poucas pessoas precisaram de algo deste nível. Além disso, se fizeres 40.000kms por ano, aqueles 150€ de manutenção anual estimada também sobem bastante.

 

E agora estás, possivelmente, a pensar: "pago mais 100€/mês mas no final dos 10 anos o carro é meu". Isso é verdade, claro, por isso vamos à segunda parte da questão que é "quanto vale um Seat Leon com 10 anos? De acordo com os anúncios do Stand Virtual, cerca de 8.000€. Utilizando esta TABELA DE DESVALORIZAÇÃO DE VEÍCULOS - SEGURO AUTOMÓVEL a perspetiva é ainda pior já que o valor para efeitos de seguro de uma viatura a gasolina com 10 anos e 27.000€ de preço de compra é, cerca de 4.000€.

 

Então, durante 10 anos pagaste 100€ a mais todos os meses, o que representa um total de 12.000€ gastos e no final ficas com algo que vendes, na melhor das hipóteses, por 8.000€. Isto quer então dizer que, na verdade, perdeste 4.000€ em relação ao cenário de renting, e isto assumindo que não tiveste um acidente com perda total ou avultadas reparações que um carro de 10 anos habitualmente já pede.

 

Então já vimos que quando comparamos carro novo com carro novo, dificilmente a compra efetiva te vai compensar. E se avaliarmos alugar novo e comprar usado com 10 anos? Será que compensa?


Vamos então utilizar o tal Seat Leon com 10 anos e preço de aquisição de 8.000€ e para esse vamos ter:

  • Prestação mensal a rondar os 130€ para uma duração de 84 meses. Sendo um carro usado nem sempre se conseguem os mesmos prazos mais dilatados

  • Seguro automóvel com condições semelhantes aos do renting por 200€/ano

  • IUC de 103€/ano

  • Manutenção estimada em 150€/ano

  • Resultado final: 167€/mês

 

Vemos então neste cenário ficas com um custo mensal cerca de 100€ abaixo do valor do renting mas há aqui uma grande incógnita e é na parte da manutenção, já que um carro que compras com 10 anos e manténs até aos 17, seguramente vai custar mais do 150€/ano em média em manutenção e isso vai desequilibrar (e muito) esta conta.

 

Também podemos avaliar a parte do financiamento e assumindo que tens os 8.000€ para pagar o carro a pronto, deixas de ter o encargo do crédito. Claro que isto ajuda à conta mas ficas com menos 8.000€ à cabeça. Queres mesmo descapitalizar desta forma?


Em resumo, ter um carro é algo necessário muitas vezes e o objetivo deste artigo é mostrar-te que tens várias hipóteses além do tradicional crédito automóvel. Avalia sempre as várias soluções que tens, pesa as vantagens e desvantagens de cada uma delas e toma a tua decisão sempre informada e consciente!

0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

Comentarios

Obtuvo 0 de 5 estrellas.
Aún no hay calificaciones

Agrega una calificación

Regista-te e recebe todas as novidades

Obrigado pelo teu registo

bottom of page